Formas de acesso

O programa, Serviço de Assitência Domiciliar, abrange alguns dos principais hospitais de Fortaleza. São eles:

  • Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara
  • Hospital Geral de Fortaleza
  • Instituto Dr. José Frota
  • Hospital de Messejana
  • Hospital São José
  • Hospital Cesar Cals
  • Hospital Universitário Walter Cantídio
  • Hospital Infantil Albert Sabin
  • Maternidade Escola Assis Chateubriand.

Para o paciente ser incluído no SAD o responsável pelo programa de desospitalização de uma das Instuições mencionadas deverá acessar o link do SAD, o mesmo estará disposto na parte superior da página principal, e preencher o cadastro com as informações pertinenetes ao paciente. É importante que o preenchimento do cadastro seja feito de forma correta e coesa, pois é através dessas informações que os profissionais do SAD irão avaliar se o paciente tem o perfil necessário.

Fluxo de encaminhamento para o SAD:

  1.  Identificação do paciente conforme os critérios de encaminhamento através do preenchimento da ficha digital localizado no site pela equipe de desospitalização do Hospital;
  2. Visita hospitalar da equipe básica do SAD para avaliação do paciente;
  3. Resposta/Parecer da equipe do SAD sobre possível inclusão do paciente no próprio site através da ficha digital;

Se parecer positivo para inclusão:

  1. Orientações do cuidador pela equipe do hospital conforme parecer da equipe do SAD;
  2. Encaminhamento do responsável do paciente para inclusão e orientação sobre o programa para a sala do SAD no Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA). Contato (85) 3216-8363;
  3. Contato do Serviço Social do Hospital de origem com o Serviço Social do SAD pelo menos 48 horas antes da desospitalização para agendamento da visita domiciliar de inclusão no primeiro dia após a alta hospitalar;
  4. A alta hospitalar pode ser agendada para os dias úteis com exceção da sexta-feira;
  5. Na alta hospitalar
    1. Relatório médico de alta com agendamento de retorno se necessário e receita médica;
    2. Transporte para o domicílio pelo hospital de origem;
    3. Mandar medicação e material de curativo para sete dias com o paciente na alta hospitalar;
  6. A equipe do SAD realizará a visita de inclusão no domicílio e iniciará a assistência domiciliar nas primeiras 24 horas após a alta hospitalar;